Blog

esocialmudancas-1

Atenção: está com dificuldades com o eSocial? – Você pode ser multado se errar!

 

Sim, isso mesmo! Como todos já sabem, quem errar nas informações a serem transmitidas para o eSocial ou perder os prazos de envio será multado. Isso tem gerado muita preocupação nas organizações, já que a plataforma do Governo Federal tem ocasionado uma revolução nas áreas trabalhistas e de recursos humanos, além de impor um novo fluxo e ritmo de trabalho.

 

Para você que trabalha no Departamento Pessoal não ser surpreendido negativamente com as regras do programa, a equipe da Computare Brasil destacou as principais dificuldades que as empresas estão enfrentando, além de algumas dicas.

 

Esperamos que a nossa ajuda seja útil, confira:

 

– Dados duplicados: alguns documentos como certidões de alterações no estado civil como, por exemplo, o novo nome de casado costumam travar o sistema e impedem o preenchimento do cadastro, já que na base dos sistemas do Fisco, geralmente, estão cadastrados os dados originais do contribuinte, ou seja, o eSocial não aceita dados desatualizados. DICA: Nesse caso, a sugestão é fazer a Consulta de Qualificação Cadastral (CQC) dos colaboradores já existentes e verificar as divergências, corrigindo-as IMEDIATAMENTE. Também é recomendável fazer a CQC dos candidatos a novas vagas no momento da entrevista, antes da contratação

 

– Muitas informações: o grande número de informações e eventos que deverão ser comunicados e transmitidos ao eSocial é um fator complicador, sobretudo na área de RH. Os numerosos códigos também dificultam bastante a assimilação rápida de todo o conteúdo, com muitas áreas a serem analisadas. DICA: Antes da entrada da empresa no eSocial, realize a revisão completa e detalhada de toda parte cadastral para facilitar e otimizar o tempo

 

– Multas: os diferentes prazos de implantação são um dos fatores que dificultam a compreensão do eSocial. Justamente por não conseguirem entregar os dados no prazo, caso isso aconteça, infelizmente a empresa estará sujeita a multas e a observações da Receita Federal. DICA: Nessa hora é importante estar um passo à frente neste assunto, seja mudando a cultura da empresa ou procurando sistemas e consultorias que possam fornecer um suporte adequado, ou até mesmo qualificando um funcionário do Departamento Pessoal. Por hora, o Governo Federal ainda não está aplicando multas para as empresas que estão tentando enviar os dados, porém, já está notificando as empresas que nunca tentaram e existe a possibilidade da aplicação de multas retroativas. Portanto, tenha atenção total!

 

– Mudanças constantes: ainda que o prazo para implementar o sistema termine em 2019, várias etapas já estão valendo. DICA: Se você ainda não definiu um cronograma de implantação na sua empresa, faça isso o quanto antes, já que essa fase de testes exige que as organizações também se adaptem rapidamente.

 

O eSocial é uma ferramenta que reúne os dados trabalhistas, fiscais, previdenciários das empresas em uma só plataforma. Ainda em implantação, o sistema está sendo adotado aos poucos, antes de passar a ser obrigatório para os 18 milhões de empregadores do país. Antes, somente patrões de empregados domésticos eram obrigados a usar o eSocial.

 

Desde 16 de julho, empresas de médio porte (que faturam entre R$ 4,8 milhões e R$ 78 milhões) passaram a ter que enviar seus dados ao sistema, que já era obrigatório desde janeiro para as grandes. Já as micro e pequenas e os MEI podem fazer o uso facultativo do eSocial, mas lembrando que em janeiro/2019 passa a ser obrigatório.

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe a informação em suas redes sociais!

Nenhum Comentário

0